Roteiro para passar 3 dias maravilhosos no Rio de Janeiro!

Ei pessoal, beleza? Como esse ano nosso calendário está cheio de feriados prolongados, resolvi escrever pra vocês um post com um roteiro para explorar e saber o que fazer no Rio de Janeiro, também conhecido como “Cidade maravilhosa” 😉

Pra quem quiser outras opções de lugares, já fizemos posts sobre São Paulo, Porto Seguro, Serra Gaúcha e Serras de Minas Gerais. Por falta de sugestões é que vocês não vão ficar em casa! Mas vamos ao roteiro e ver o que tem pra fazer por lá…

Letreiro localizado ao lado do Museu do Amanhã.
Letreiro localizado ao lado do Museu do Amanhã.

# O que fazer no Rio de Janeiro

– Praias:

A cidade tem uma enorme variedade de praias, fica até difícil falar de todas. As mais populares entre os turistas são as de Copacabana, Ipanema, Leblon e Barra.

Leblon.
Leblon – O que fazer no Rio de Janeiro

Se é a primeira vez que você está indo para o Rio, sugiro visitar uma dessas e explorar o bairro (acho os bairros da zona sul muito charmosos). Em Copacabana, por exemplo, temos o Forte. Já em Ipanema temos o Arpoador com seu famoso pôr do sol.

Eu, particularmente, gosto bastante de Ipanema e Leblon. Acho a Barra muito fora de mão, pois geralmente me hospedo na zona sul. Mas agora com o metrô, está bem mais tranquilo pra chegar até a Barra. Inclusive, eu andei de metrô dessa vez e achei bem organizado e limpo. Gostei!

Cartão do metrô do Rio de Janeiro.
Cartão do metrô do Rio de Janeiro.

– Pão de Açúcar:

Junto com o Cristo Redentor é um dos cartões postais da cidade. A vista lá de cima é simplesmente espetacular, podemos ver a orla de Copacabana, parte da Baía de Guanabara e muito mais!

Foi o primeiro teleférico do Brasil e sua inauguração aconteceu em 1912. O primeiro bondinho parte da Praia Vermelha e leva até o Morro da Urca e o segundo parte da Urca e leva até o Morro do Pão de Açúcar. Nos 2 morros é possível encontrar opções de lanchonetes e lojas de souvenirs.

Pão de Açúcar - O que fazer no Rio de Janeiro
Pão de Açúcar – O que fazer no Rio de Janeiro

Como Chegar no Pão de Açúcar – Ele fica localizado na zona sul, a mais ou menos 4km da praia de Copacabana. Existem opções de ônibus saindo do Centro, Copacabana, Cosme Velho, Laranjeiras, Leblon, Gávea. Enfim, é bem tranquilo chegar lá.

Preços do Bondinho – Adultos pagam R$76 / Crianças abaixo de 06 anos não pagam / De 06 a 21 anos pagam R$38 (mediante apresentação do documento de identidade).

Observação: existe a opção de subir pelas trilhas, nesse caso o preço é diferente, mais detalhes no site oficial http://www.bondinho.com.br

Bondinho desativado.
Bondinho desativado.

Horários  – a bilheteria abre às 08h e fecha às 19:50. O fechamento do parque ocorre 1 hora após o fechamento da bilheteria.

– Cristo Redentor:

O Cristo Redentor é um monumento mundialmente conhecido, não tem como pensar em Rio de Janeiro e não lembrar dele, é o grande símbolo da cidade. Não sei porque, mas quando olho pra ele tenho uma sensação de paz e de proteção.

Como chegar – a entrada para o trem do Corcovado fica localizada no bairro de Cosme Velho (bairro que eu não conhecia e achei super charmosinho). Tem várias várias linhas de ônibus que param lá, pois fica ao lado do terminal rodoviário de Cosme Velho.

Cristo Redentor - O que fazer no Rio de Janeiro
Cristo Redentor – O que fazer no Rio de Janeiro

Preços – adulto R$64 (segunda a sexta, exceto feriados) e R$71 (sábados, domingos e feriados) / Crianças de 6 a 11 anos R$48 / Idoso R$24 / Crianças até 5 anos não pagam.

Horários – Segunda a Domingo das 08h às 19h. As saídas acontecem de meia em meia hora. Mais informações no site http://www.tremdocorcovado.rio/

 

– Boulevard Olímpico:

O Boulevard Olímpico é o nome dado a um lugar no Porto Maravilha, na Zona Portuária do Rio de Janeiro. Foi criado com o objetivo de integrar o espírito carioca com o espírito olímpico durante as Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2016. Hoje é considerado um dos legados deixados para a cidade.

Existem inúmeras atrações culturais no Boulevard Olímpico, mas as principais  e mais visitadas são:

É impossível visitar todos os lugares em apenas um dia, e como preferi visitar outros lugares durante a minha estadia, optei por conhecer o Museu do Amanhã e o Mural “Todos somos um”.

Museu do Amanhã:

“O Museu do Amanhã é um museu de ciências diferente. Um ambiente de ideias, explorações e perguntas sobre a época de grandes mudanças em que vivemos e os diferentes caminhos que se abrem para o futuro.” Essa frase do site oficial define bem o que é o Museu do Amanhã.

Eu simplesmente adorei a experiência (e olha que não sou muito fã de museu), nele o visitante participa, não fica só olhando/ouvindo/lendo. É um museu que faz você pensar no seu papel no mundo, que te faz mais consciente. Recomendo pelo menos 3 horas para explorar o lugar. São muitas informações legais, por isso é bom fazer o passeio com tempo.

Museu do Amanhã.
Museu do Amanhã.

Como chegar – fica localizado na Praça Mauá, 1, Centro. Há várias opções de transporte, como ônibus, metrô, VLT (descer na Parada dos Museus), bicicleta, tudo vai depender do seu ponto de partida, mas é bem tranquilo chegar lá. Eu estava em Ipanema e fui de metrô, desci na estação Uruguaiana e fiz o trajeto a pé pela Avenida Rio Branco. No caminho você vai encontrar a famosa Igreja da Candelária.

Preços – inteira R$20, meia R$10. Crianças de até 5 anos e pessoas acima de 60 anos não pagam. Nas terças-feiras a entrada é gratuita para todos! Mais detalhes no site oficial do museu http://www.museudoamanha.org.br/pt-br

Horário – aberto de Terça a Domingo, das 10h às 18h (sendo que a bilheteria fecha às 17h).

É interessante explorar área ao redor do museu, foi revitalizada e está com muitas coisas legais.

Mural “Todos somos um”

A poucos metros do museu encontramos um mural lindo e que foi reconhecido como o maior grafite do mundo pelo “Guiness Book”, o livro dos recordes. Trata-se do mural “Todos somos um”, feito pelo Eduardo Kobra, famoso muralista brasileiro.

Possui quase 3 mil metros quadrados no qual são representados cinco rostos indígenas dos cinco continentes. A ideia do mural é representar a paz e a união entre os povos.

Mural "Todos somos um" no Boulevard Olímpico - O que fazer no Rio de Janeiro
Mural “Todos somos um” no Boulevard Olímpico – O que fazer no Rio de Janeiro

# Onde ficar no Rio de Janeiro

Nessa última visita que fiz ao Rio fui convidada para me hospedar na Pousada e Hostel Solar do Redentor (http://solardoredentor.com/ ).

A pousada fica localizada aos pés do Cristo Redentor, apenas 5 minutos de caminhada até o local que sai o Trem do Corcovado, ótima opção para quem planeja conhecer o Cristo e se hospedar em uma área charmosa do Rio, fugindo um pouco da tríade Copacabana-Ipanema-Leblon.

Pousada e Hostel Solar do Redentor - Rio de Janeiro
Pousada e Hostel Solar do Redentor – Rio de Janeiro

Além de piscina e sauna, eles possuem várias opções de quarto, inclusive um dormitório com várias beliches, que funciona como hostel, sendo essa a opção mais barata.

Eu fiquei no quarto principal com banheira de hidromassagem e capacidade para 4 pessoas, sendo ideal para uma família.

Recomendo a pousada tanto por conta da localização quanto pela infra estrutura, sem falar no atendimento que recebi lá.

# O que fazer a noite

O Rio tem uma vida noturna agitada, vale a pena dar uma consultada na internet para ver se terá algum show ou teatro rolando quando estiver na cidade. Em Botafogo e Ipanema tem vários barzinhos legais. Já a Lapa é uma opção mais “roots” e tem vários bares e casas de show.

Por hoje é isso, espero que aproveitem algum feriado para curtir o Rio, a cidade é conhecida como maravilhosa não é por pura coincidência!

Até mais.

Observação: me hospedei na Pousada e Hostel Solar do Redentor como um convite para conhecer seus serviços e poder indica-los no blog. Não faço parcerias que não tenham o perfil do blog e sou absolutamente transparente em meus comentários e relatos =)

RELACIONADOS