14 dicas infalíveis para viajar gastando pouco!

Ei pessoal, beleza? Quem acompanha o blog sabe que eu tenho PhD em fazer viagens baratas, economizar durante uma viagem e por aí vai… No post de hoje vou contar alguns dos meus truques para viajar gastando pouco dinheiro. São 14 dicas que irão te ajudar a deixar sua viagem bem mais barata. Dá pra economizar com acomodação, alimentação, transporte e tudo que você imaginar!

Confira a partir de agora 14 dicas para viajar gastando pouco!

#1 Fique em hostels

Eu amo hostels! E não é só porque eles são mais baratos, adoro a vibe, a estrutura, o tipo de gente que se hospeda neles. Se você está planejando uma viagem e nunca ficou em um hostel antes, que tal tentar dessa vez? Clique aqui para acessar o booking ou no banner disponível em nosso blog e já comece a pesquisar alguns hostels para deixar sua viagem mais barata. Escolha um que seja bem localizado (dê preferência para aqueles perto de estações de trem ou ônibus) e que tenha uma área de convivência bacana ou um bar, pois aí a interação entre os hóspedes será maior.

Se você ainda está com pé atrás sobre se hospedar em hostel, dá uma lida neste post  que eu fiz sobre prós e contras de se hospedar em um!

Quarto de um Hostel | Viajar gastando pouco
Quarto de um Hostel | Viajar gastando pouco

#2 Compre comida no mercado e use a cozinha do hostel

Comer fora faz qualquer orçamento triplicar, por mais que você escolha um restaurante mais barato. Para economizar e ainda comer bem eu sempre opto por comprar comida no mercado e preparar minhas refeições na cozinha do hostel. Comprando no mercado você pode escolher coisas que os locais comem e não pagar preços inflacionados por elas. Ah, e aproveite enquanto cozinha para socializar com os outros viajantes 😉

 

Cozinha de um Hostel | Viajar gastando pouco
Cozinha de um Hostel | Viajar gastando pouco

#3 Faça Couchsurfing

Até meu último mochilão nunca tinha feito Couchsurfing, mas agora que fiz sou fã e super recomendo! Além de economizar, você poderá conhecer pessoas bastante legais que poderão te contar sobre a cultura da cidade/país, te dar dicas e trocar muita experiência bacana.

Se você nunca ouviu falar de Couchsurfing ou se já ouviu mas tem receio de fazer, clique aqui e leia o post que eu compartilho algumas das minhas histórias e dou dicas pra você se dar bem e não passar alguns perrengues.

#4 Ande a pé

Se tem uma coisa que eu faço em todos os locais que visito é desbravar a pé! Sério, é tudo de bom! Você conhece melhor a cidade, você economiza e você emagrece hahaha É claro que tem algumas cidades que você vai precisar se deslocar sem ser a pé em algum momento. Quando isso acontecer, opte por utilizar o transporte público local. Nada de ficar usando Uber/táxi ou aqueles ônibus “hop on, hop off”.

Em Londres, que é uma cidade enorme, você consegue fazer várias atrações a pé, como: Palácio de Buckingham, Big Ben, Abadia de Westminster, Tower Bridge, London Eye, Tate Modern, Millennium Bridge, St Pauls Cathedral. Então, nada de desculpas! Explore a pé, gaste calorias e não dinheiro!

#5 Faça Free Walking Tours

Hoje em dia várias empresas fazem esses famosos tours a pé, pesquise quais empresas prestam esse serviço e aproveite. No free walking tour você dá para o guia uma espécie de gorjeta de acordo com seu grau de satisfação e dentro das suas possibilidades financeiras hehe.

Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Para não esquecer de levar os itens essenciais em sua viagem, baixe gratuitamente o Checklist: O que levar na bagagem de viagem

Acho muito interessante esse tipo de tour, pois você fica sabendo um pouco da história do local e ainda recebe muitas dicas sobre o que fazer, onde comer etc.

#6 Viaje com pouca bagagem

Esse é um fator que você vai aprendendo com a experiência.  Se você carrega pouca coisa, poderá pegar voos low cost sem pagar para despachar bagagem ou poderá caminhar da rodoviária/estação de trem até sua acomodação ao invés de gastar com transporte.

Te garanto que você não vai morrer se tiver que repetir uma roupa ou se tiver que lavar suas roupas em um determinado momento da viagem. Faça uma lista de tudo que é necessário e siga a mesma. Viajar leve é libertador!

Minha bagagem =)
Minha bagagem =) | Viajar gastando pouco

#7 Troque trabalho por acomodação

Uma das melhores coisas que fiz neste último mochilão foi trocar trabalho por acomodação. Trabalhei em um hostel em Budapeste durante 40 dias e conheci pessoas incríveis! Fiz um post específico sobre essa experiência, confere aqui meu relato =)

#8 Visite atrações gratuitas

Existem vários museus com entrada gratuita pelo menos 1 vez por mês. Há também praças, parques, festivais de música e diversas atividades que você não precisa gastar nada para aproveitar! Pesquise bastante sobre o destino que vai conhecer e converse com os locais, assim você vai descobrir programas gratuitos/baratos e que vão além dos pontos turísticos tradicionais.

#9 Escolha destinos baratos

Seja flexível com o destino da sua viagem. Se você quer fazer um mochilão, mas não tem muito dinheiro, opte por países do Leste Europeu ou então por países da América do Sul. O importante é viajar e conhecer lugares novos!

Catedral de São Estevão em Budapeste
Catedral de São Estevão em Budapeste | Viajar gastando pouco

# 10 Viaje de ônibus/trem a noite

Se você tem que percorrer uma distância muito longa, opte por viajar nos ônibus/trens noturnos, assim vai economizar uma diária de hostel, pois vai dormir no transporte. Eu fiz isso algumas vezes no meu último mochilão e consegui economizar muitos euros!

#11 Determine um orçamento diário

Sempre que eu viajo coloco um valor que posso gastar por dia. É claro que tem dia que você gasta mais, aí é só compensar no outro dia e economizar. Determinando um orçamento diário você vai conseguir equilibrar seus gastos e ter mais controle sobre o que fazer ou comprar sem estourar o orçamento.

# 12 Não coma em locais próximos as atrações turísticas

Em 99% das vezes os restaurantes/lanchonetes/lojas próximos as atrações turísticas possuem preços extremamente inflacionados e atendimento meia boca, pois os donos sabem que quem frequentará o estabelecimento será um turista, que muito provavelmente só passará por ali uma vez. Prefira caminhar algumas quadras e comer/comprar em lugares mais afastados dos pontos, seu bolso vai agradecer!

# 13 Use o wi-fi gratuito

Não vejo necessidade em comprar um chip de celular, passei 6 meses e meio mochilando pela Europa e não gastei um centavo com internet ou ligações, só utilizei o wi-fi dos restaurantes, hostels, cafés e shoppings. Em qualquer esquina tem um Mc Donalds e em todo Mc Donalds tem wi-fi, então aproveite!

# 14 Planeje-se

É a última dica, mas na minha opinião é a mais importante. Se você se planejar com uma certa antecedência poderá economizar na compra da passagem aérea, na reserva da acomodação, na compra da moeda, dentre outros. Pesquise bastante e monte um planejamento detalhado! É chato? Pra algumas pessoas sim, pra outras não (eu adoro!). É demorado? Com certeza. Exige paciência? Sim. Mas isso tudo vai fazer com que você economize pra caramba!

Aqui no Blog nós prestamos um serviço de consultoria em viagens. Fazemos todo o trabalho chato da pesquisa pra você só aproveitar a viagem. Se quiser saber mais a respeito é só clicar neste link no qual explicamos como funciona e quanto custa a consultoria!

Por hoje é isso galera! Espero que tenham curtido as dicas para viajar gastando pouco e que coloquem em prática, tenho certeza que irão economizar demais!

Qualquer dúvida ou sugestão sobre como viajar barato é só deixar nos comentários. Não se esqueça de curtir nossa página do Facebook para não perder nenhum de nossos posts!

Até mais.

Nasci e cresci no interior de Minas Gerais, sou advogada de formação e consultora de viagens de profissão. Tenho 32 anos e desde sempre sonho em viajar o mundo. Já visitei 32 países (alguns mais de uma vez), tendo morado em 4 deles. Em 2016 criei o blog Partiu Viajar para ajudar e inspirar mais pessoas a viajar.

RELACIONADOS