Review: como é voar pela Royal Air Maroc?

O post de hoje é mais um da série “Reviews” e vamos falar sobre como é voar pela Royal Air Maroc. Nós do blog pesquisamos bastante nos grupos da internet as necessidades dos viajantes para fazer posts legais e ajudar a todos.

Notei uma procura muito grande por informações e indicações a respeito dessa cia aérea. Então, pedi a uma amiga (Isabela Gesteira), que viajou pela cia em Jan/17 para fazer um relato sobre a experiência e avaliar se a Royal Air Maroc é boa.

Isabela Gesteira
Isabela Gesteira

Segue abaixo o relato da Isa:

# Sobre a Royal Air Maroc

A Royal Air Maroc, também conhecida como RAM, é uma cia aérea marroquina e foi fundada em 1953. Opera voos para Europa, África, Ásia, América do Sul e do Norte. Tem crescido bastante no mercado brasileiro por conta das tarifas acessíveis.

Essa foi a minha primeira experiência com a RAM. Optei por voar com eles por ser a opção mais em conta que havia no momento (até R$2500,00 mais barato do que as outras companhias). Comprei a passagem através do site da própria companhia, foi super tranquilo.

Boeing da RAM - Como é voar pela Royal Air Maroc
Boeing da Royal Air Maroc. Foto: http://bomdia.eu

# Voos – Trechos realizados

Rio De Janeiro – Casablanca (B787) e Casablanca – Paris (B737). Ambos, ida e volta.

# Check-in

Realizei o check-in previamente através do site da Royal Air Maroc, porém tive que ir até o guichê para despachar a mala. Cheguei no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (GIG) super cedo e despachei minha bagagem sem filas e sem stress.

# Embarque

O voo estava lotado! Mas o embarque foi pontual e rápido. Os comissários de bordo foram simpáticos e receptivos, me auxiliaram durante o embarque.

Nas poltronas havia travesseiro, cobertor e fone de ouvido.

 Classe econômica - Como é voar pela Royal Air Maroc?
Classe econômica da Royal Air Maroc – Foto: http://www.seatplans.com

# Serviço de bordo

Durante o voo do Brasil para o Marrocos foram servidas 2 refeições: almoço e lanche da tarde. E no trecho do Marrocos pra França foi servida somente uma refeição: jantar.

Eu gostei bastante das refeições que foram servidas. Tinha opções como todas as cias aéreas: frango, carne bovina, salada, pão, manteiga, cream cheese, torta doce e iogurte comum e grego.

Opções de bebida: água, suco, refrigerante, café, chá, vinho branco/tinto e cerveja.

A refeições eram servidas normalmente e nos intervalos serviam chá e café.

Serviço de bordo - Como é voar pela Royal Air Maroc?
Serviço de bordo

# Entretenimento

Todas as poltronas possuem tela touch-screen individual e a programação era “on demand”. A questão de entretenimento me decepcionou um pouco, pois havia poucas opções de filmes, seriados e músicas e a maioria era bem antiga.

# Chegada

Cheguei sem atraso em todos os trechos realizados pela RAM.

Em Casablanca, o controle de passaportes e a imigração são bem rígidos! Não me fizeram muitas perguntas, mas vasculharam minha mala inteira quando desembarquei vindo do Brasil. Já, na volta (Paris-Casablanca), não olharam minha mala.

Apesar de rígidos, os oficiais em Casablanca foram super simpáticos comigo, foram mais educados do que os oficiais de Paris e do Rio de Janeiro.

# Conexão longa

Muita gente não sabe, mas passageiros em trânsito têm alguns direitos como acomodação, alimentação e transfer. Esses direitos variam de acordo com o tempo de trânsito. Veja os detalhes aqui.

Eu tive uma conexão de 23h na ida e 21h na volta em Casablanca. Então, depois que passei pela imigração, fui até uma salinha da RAM para solicitar meu voucher de acomodação, transfer e alimentação.

Esse processo de solicitação do voucher foi mega tranquilo! Apresentei minha passagem aérea e o passaporte. Em poucos minutos o funcionário da cia me entregou uma folha com tudo detalhado (qual hotel que eu iria ficar, horário de check out etc).

Ah, os funcionários falam inglês! O que facilitou ainda mais.

Na minha primeira conexão em Casablanca, eu pedi para me colocaram em um hotel no centro para facilitar os passeios que eu queria fazer etc. Para minha sorte, meu pedido foi atendido e fiquei hospedada em um hotel 4 estrelas, pertinho da principal mesquita de Casablanca.

Símbolo da Royal Air Maroc. Foto: http://crewtags.aero
Símbolo da Royal Air Maroc. Foto: http://crewtags.aero

Já na volta (Paris-Casablanca), eu fiz a mesma solicitação, mas como já era bem tarde, os transfers que possuem parceria com a RAM não estavam mais operando viagens pro centro da cidade :/ daí me colocaram em um hotel próximo ao aeroporto (e a 50min do centro de Casablanca).

Obs: Eu viajei sozinha e turistei tranquilamente em Casablanca, a cidade é super segura e os marroquinos são as pessoas mais receptivas que eu já conheci!

Definitivamente, Marrocos é um país que merece ser conhecido de perto, para que todos os (pré) conceitos que temos sejam reformulados/ quebrados.

# Nota

Resumindo, tive uma experiência muito positiva com a Royal Air Maroc, desde o check-in até o desembarque. E, para minha satisfação, tive a mesma experiência positiva nos vôos de volta.

Antes de viajar eu vi vários relatos negativos sobre a cia, especialmente em relação ao tratamento das bagagens, mas felizmente nada disso ocorreu comigo.

Ponto forte: Simpatia dos comissários.
Ponto fraco: Entretenimento.
Nota: 4,6 (Em uma escala de 0 a 5).

Esse foi o relato da Isa! E aí? Gostou de saber como é voar pela Royal Air Maroc? Achou que a cia é boa?

Qualquer dúvida ou sugestão é só deixar nos comentários aqui embaixo.

Veja também as dicas da Isa para conhecer Casablanca em uma conexão de 11 horas: http://partiuviajar.blog.br/conexao-em-casablanca-o-que-fazer-em-11-horas/

Se estiver gostando dos posts e não quiser perder nenhuma novidade é só curtir a página do blog no Facebook, nos seguir no Instagram e se inscrever no nosso Canal no YouTube.

Até mais!

 

RELACIONADOS