Prós e contras de se hospedar em Hostels

Esse post é especialmente dedicado àqueles viajantes que sempre que vão planejar sua próxima viagem querem se hospedar em hostels. Porém, por insegurança, medo e receio, sempre deixam a ideia de lado e acabam reservando hotel, por ser a opção “mais segura”.

Eu adoro me hospedar em hostels, mas confesso que antes de ficar em um pela primeira vez tinha muito receio, achava que ia ser roubada, que ia dormir em cama ruim etc. Se você ainda compartilha desse mesmo pensamento, esse post é pra você!

Antigamente, a maioria dos viajantes que procuravam hostels para se hospedar os procuravam somente por causa do preço bem mais em conta. Hoje, isso mudou. Os hostels deixaram de ser apenas a opção mais barata (até porque já existem opções mais em conta, como o couchsurfing por exemplo). Veja abaixo os motivos pelos quais você deveria se hospedar em um hostel na sua próxima viagem.

# Prós

Ambiente descontraído

Sala de diversões - Foto: http://www.edinburghhostels.com/
Área comum – Foto: http://www.edinburghhostels.com/

Nos hostels se hospedam pessoas de todas as idades, culturas e crenças. Ok, até aí nada de novidade, pois nos hotéis também acontece isso. Contudo, o ambiente do hostel proporciona a interação entre os viajantes. Por exemplo, em muitos hostels em que eu me hospedei, na área onde era servido o café da manhã as mesas eram daquelas cumpridonas, com vários lugares, o que “forçava” uma aproximação. Já nos hotéis as mesas são para 2, 4 ou 6 pessoas e ninguém senta na mesa de um desconhecido, pois tem mesa individual pra todo mundo.

Outro exemplo é o jantar coletivo. Quando fui a Praga me hospedei em um hostel em que todos os dias eles serviam um jantar, e quem quisesse comer deveria apenas colocar o nome na lista e pagar 2 euros. O jantar era feito ali na hora, com a galera na área da cozinha, bebendo e conversando.

Preço acessível

O motivo pelo qual os hostels ficaram famosos foi o preço bem mais acessível que os hotéis. Sempre que eu vou viajar comparo os preços e até hoje os hostels são mais baratos. Quanto mais camas têm no quarto, mais barato é o preço da diária. Existem quartos femininos, masculinos e mistos, sendo que os mistos costumam ser mais baratos (não é uma regra, já vi quarto feminino pelo mesmo preço de misto). Em Amsterdam fiquei em um hostel que tinha a opção de beliche de casal, o que deixou o preço da diária mais barato.

Pessoas mais abertas a fazer amizade

Ambiente de um Hostel - Foto: s-media-cache-ak0.pinimg.com
Lounge – Foto: s-media-cache-ak0.pinimg.com

Os viajantes que escolhem se hospedar em um hostel geralmente são mais abertos a conhecer outras pessoas, muitos inclusive estão viajando sozinhos e escolhem essa opção por conta do ambiente descontraído e favorável a fazer novas amizades.

Vários hostels oferecem “walking tours” (que nada mais é do que um tour feito a pé), a maioria dos que me hospedei ofereciam a opção do famoso Pub Crawl, que consiste em reunir a galera e ir de bar em bar, conhecendo diversas opções e interagindo com as outras pessoas. Em Madrid fiz um, fui em 3 bares e 1 balada, achei bem interessante. Recomendo bastante para quem está viajando sozinho.

# Contras

Segurança

Armários compartilhados são comuns nos Hostels - Foto: http://behostels.com/
Armários com cadeados são comuns nos hostels – Foto: http://behostels.com/

Várias pessoas deixam de ficar em hostels por pensarem que vão ser furtadas. Nós brasileiros convivemos com a violência diariamente e por já estarmos “marcados” achamos que poderemos ser vítimas da violência em qualquer lugar, mas não é bem assim que funciona (principalmente na Europa e América do Norte). Já me hospedei em hostels dentro e fora do Brasil e nunca tive nada furtado. Em todos os hostels que fiquei tinham armários nos quartos, alguns disponibilizam o cadeado de graça, em outros o hóspede deveria levar o seu ou alugar um na recepção.

Basta ficar atento e não deixar coisas de valor jogadas em cima da cama enquanto você vai passear pela cidade, é bom lembrar do ditado “a ocasião faz o ladrão” e tudo dará certo.

Pouca privacidade

Beliches estão presentes na maioria dos Hostels - Foto: https://www.hiusa.org/
Beliches estão presentes na maioria dos Hostels – Foto: https://www.hiusa.org/

Está aí um ponto que pode incomodar algumas pessoas. Quando você se hospeda em um hotel pode trocar de roupa bem à vontade no quarto, pode dormir do jeito que quiser, ficar com a luz acesa até altas horas, enfim tem total liberdade, pois o quarto é só seu. Já quando você se hospeda em um hostel o quarto não é só seu (a não ser que você fique em um quarto individual) e você vai ter que ter bom senso. Por exemplo, não é legal você chegar bêbado, de madrugada e dar esparro e acordar todo mundo, né?! É preciso lembrar que você estará dividindo o espaço com outras pessoas.

Agora, muitos hostels oferecem a opção de quarto individual, duplo ou triplo. Assim, se você estiver viajando sozinho, de casal ou com outros 2 amigos, esses quartos podem ser uma boa opção! E aí o contra da falta de privacidade cai por terra! Risos.

Pessoal, espero ter encorajado vocês a se hospedarem em um hostel na próxima viagem. É só pesquisar direitinho, pegar referências e vai dar tudo certo.

Quem já quiser começar a pesquisa,  é só clicar aqui ou no banner do Booking aqui no canto direito da nossa página. Você ajuda o blog e não paga nada a mais por isso.

Recomendo dar uma olhadinha no site do Trip Advisor também, lá tem umas avaliações bem úteis, segue o site: https://www.tripadvisor.com.br/ .

Até mais!

 

RELACIONADOS