Passo a passo para tirar o visto de estudante da Austrália

A Austrália, que é o sexto maior país do mundo, de uns tempos para cá tem sido muito procurada por estudantes brasileiros que desejam fazer um intercâmbio para aprender/aprimorar o inglês. Aqueles que pretendem estudar por período inferior a 12 semanas não precisam se aplicar para o visto de estudante, podem entrar no país com o visto de turista. Muitos estudantes preferem estudar por período superior a 13 semanas, pois poderão trabalhar legalmente também (sobre o intercâmbio de estudos + trabalhos vou falar em outro post pois é um assunto bem extenso, que gera muitas dúvidas também).

Existem várias subclasses de visto de estudos australiano, neste post vamos falar sobre o passa a passo da subclasse 570 (independente ELICOS), que é para aqueles que pretendem estudar inglês (o curso não resultará em um diploma acadêmico).

#1 Comprar um curso com duração superior a 12 semanas

Para se aplicar para o visto de estudante é necessário estar matriculado em um curso que esteja registrado junto ao Departamento de Educação Australiano por meio do CRICOS (Commonwealth Register of Institutions and Courses for Overseas Students). O estudante tem a opção de comprar o curso por meio de uma agência de intercâmbios ou diretamente com a escola.

#2 Preencher o formulário 157 A e 956 A (se necessário)

Após comprar o curso o estudante pode optar por contratar um despachante para ajudar com a aplicação do visto ou entrar no site da embaixada da Austrália (http://www.border.gov.au/Trav/Stud) e preencher o formulário 157A.  Após o preenchimento do formulário deverá anexar uma fotografia 5×7 recente, uma carta de oferta de matrícula emitida pela instituição de ensino da Austrália ou uma carta de confirmação de matrícula (COE) emitida pela instituição de ensino em conjunto com o Departamento de Educação.

Primeira página do formulário.
Primeira página do formulário.

 

#3 Efetuar o pagamento da taxa consular

Atualmente, segundo o site do Governo da Austrália o valor da taxa do visto de estudante é de 550 dólares australianos (algo em torno de R$1.622 se considerarmos o câmbio de R$2,95).

#4 Providenciar a documentação exigida

Para obter o visto o estudante deverá demonstrar laços com o país de origem e recursos financeiros para se manter na Austrália durante sua estadia. Segue a lista dos documentos necessários (lembrando que o consulado poderá pedir documentos adicionais caso ache necessário):

– Cópia colorida do passaporte (com validade mínima de 6 meses) – página com os dados pessoais e vistos de outro país, caso tenha;

– Cópia colorida do RG;

– 4 Fotos 5×7;

– Cópia da carta de oferta de matrícula emitida pela instituição de ensino da Austrália;

– Cópia da carta de confirmação de matrícula (COE) emitida pela instituição de ensino em conjunto com o Departamento de Educação;

– Carta de intenção;

– Cópia do histórico escolar e/ou diplomas de cursos concluídos. Na hipótese de trancar a faculdade para ir estudar na Austrália apresentar documento referente ao trancamento da matrícula;

– Extratos bancários dos últimos 3 meses (conta corrente, investimentos ou aplicações financeiras) do estudante e/ou do(s) patrocinador(es) comprovando o valor de, no mínimo, 1551 AUS por mês de estadia no país. OBS: se for usar patrocinador o estudante deve juntar uma “carta de responsabilidade financeira” com firma reconhecida + cópia do RG de quem assina a carta + todo e qualquer documento que comprove sua situação financeira;

– Imposto de renda com os respectivos recibos de entrega;

– Cópia da passagem aérea (caso tenha) ou comprovação financeira que tem meios para adquiri-la após concessão do visto;

– Evidências de motivos para retornar ao Brasil;

– Seguro saúde OSHC.

Parte do formulário sobre detalhes financeiros.
Parte do formulário sobre detalhes financeiros.

 

#5 Realizar os exames de saúde

Para obter o visto de estudante australiano o aplicante terá que realizar alguns exames de saúde junto a um médico credenciado ao Governo da Austrália. Basicamente terá que fazer um raio x do tórax, exame de urina e passar por um exame médico. Para saber o local mais perto de você é só clicar no link à  http://www.border.gov.au/about/contact/offices-locations/brazil

#6 Enviar toda a documentação para a Embaixada

A Embaixada da Austrália fica localizada em Brasília. Os documentos devem ser enviados pelos Correios para: Embaixada da Austrália – SES 801, Conj. “K” Lote. 07 – Av. Das Nações,
Brasília/DF – CEP 70200-010. No site do Governo australiano eles aconselham a enviar a documentação com, pelo menos, 12 semanas de antecedência do início do curso.

#7 Esperar a resposta sobre a concessão do visto

Durante o processo de decisão eles podem pedir para o estudante apresentar documentos adicionais ou participar de uma entrevista.

Você poderá rastrear e gerenciar sua aplicação através do link a seguir: https://online.immi.gov.au/lusc/login

Se o seu visto for aprovado você receberá uma comunicação por email ou no seu endereço residencial. Essa notificação “grant letter” conterá o número do seu visto, a validade e as condições do mesmo. O Governo australiano recomenda que o estudante imprima tal carta e viaje com ela. Geralmente, para curso de 10 meses ou menos a duração do visto equivale ao tempo do curso + 1 mês.

Estudantes da subclasse 570 poderão trabalhar 40 horas por quinzena durante o período do curso (uma vez iniciado o mesmo) e horas ilimitadas no período de férias.

Se o visto for negado também receberá uma notificação contendo os motivos da negação, os seus direitos quanto à revisão e o tempo para você recorrer da decisão.

Esse passo a passo é basicamente tudo o que você, intercambista, que vai se aventurar no país dos cangurus, precisa saber sobre o visto de estudante! Quem tiver alguma dúvida é só deixar um comentário aqui embaixo. Quem já tiver passado pelo processo de visto australiano e quiser deixar alguma dica ou contar sua experiência escreva aqui nos comentários também!  Beijos e vejo vocês no próximo post!

 

RELACIONADOS