Elephant Nature Park: uma experiência inesquecível!

Continuando com os posts sobre a Tailândia, hoje vou falar sobre uma das experiências mais incríveis que eu já vivi na vida! Um dia inteiro passado na companhia de animais tão fofos, os elefantes, no Elephant Nature Park em Chiang Mai! Nos próximos parágrafos vou contar tudo pra vocês, espero que gostem, se conscientizem e visitem o local!

Elefante baby
Elefante baby

Quando eu comecei a pesquisar algumas coisas sobre a Tailândia, os roteiros envolvendo elefantes apareceram, pois lá é muito comum esse tipo de turismo, mas o que muita gente não sabe é que algumas dessas práticas envolvem animais que foram muito torturados, por isso é importante ler e pesquisar bastante antes de ir.

Em algumas cidades você pode dar uma voltinha sentado em uma cadeira nas costas do elefante, vi isso em Ayutthaya. Não estimule este tipo de prática, pois estes animais sofreram muito até deixarem seus “donos” colocarem essas cadeiras neles.

Após muita pesquisa, eu escolhi o Elephant Nature Park por conta da indicação de uma colega. Entrei no site deles e reservei o passeio “single day visit”. Eles oferecem outros passeios, como o “short day visit” e o “overnight”. Mais detalhes no site oficial https://www.elephantnaturepark.org/ . O passeio que eu escolhi custou 2.500 bahts (aproximadamente R$250) e incluía transporte ida/volta do hotel para o parque + almoço + guia + tempo para alimentar os animais + tempo para dar banho nos elefantes e muito mais!

Elephant Nature Park.
Elephant Nature Park.

Lá no Elephant Nature Park eles resgatam e cuidam não só de elefantes, como também de cachorros, gatos e outros animais. Usam o dinheiro que pagamos pelo passeio para manter o local e, também, para pagar pelo resgate dos elefantes.

Minha experiência no Elephant Nature Park

Chegada no Parque

No dia agendado para visita, uma van do parque me buscou no hostel bem cedinho, por volta das 08h. Eles fazem grupos de 8 a 12 pessoas por guia. Durante o trajeto até o parque, o nosso guia nos contou um pouco da história do local e depois passou um vídeo mostrando alguns cuidados que devemos ter para não assustar ou desrespeitar os animais, como nunca se aproximar do elefante fora do seu campo de visão (por trás, por exemplo). A viagem durou cerca de 40 minutos.

Ao chegarmos no parque, o guia nos deu alguns minutos para irmos ao banheiro e depois nos explicou como seria o nosso dia lá. Após essa breve explicação, a diversão começou!

Alimentando os Elefantes

Era hora de alimentar os elefantes!!! Havia um cesto com pedaços de melancia para darmos para uma elefanta muito simpática e esfomeada (esqueci o nome dela =/). O guia nos mostrou como fazer e depois cada um de nós foi dando os pedaços de fruta até o cesto ficar vazio. Eu adorei essa experiência!

Lanchinho da manhã!
Lanchinho da manhã!

Depois do momento lanchinho, fomos andar pelo parque. Nosso guia nos contou que lá moram 70 elefantes, sendo a maioria fêmeas mais velhas e apenas 4 filhotes. Ele explicou que os donos dos elefantes dificilmente vendem os filhotes, pois eles dão muito lucro. Vendem com mais facilidade as fêmeas mais velhas, pois estas tem menos força (se comparadas aos machos) e geralmente estão doentes.

Durante o passeio conheci uma fêmea que trabalhou durante muito tempo em um circo e ficou cega devido as luzes de flashs e holofotes. Conheci também uma outra fêmea que estava com a pata muito machucada, pois pisou em uma mina terrestre perto da fronteira com o Camboja.

Elefanta com a patinha machucada =(
Elefanta com a patinha machucada =(

Nosso guia nos levou para tirar fotos com os elefantes, pudemos passar a mão neles, ver eles brincando no rio, tudo respeitando o espaço deles.

Hora do almoço

Na hora do almoço, todos os grupos se reuniram na sede do parque, eles possuem várias mesas grandes e todos sentam juntos para almoçar. Havia bastante fartura, era possível servir mais de uma vez. Quem não quiser comer o que eles oferecem pode comprar “batatinhas” na lojinha do parque.

Banho nos Elefantes

Após o almoço, tivemos um tempinho livre para curtir uma sombra, o dia estava muito quente! Depois fomos até o rio para dar banho nos fofinhos! Cada um com seu balde, entramos no rio e começamos a jogar água neles, que adoraram tudo! Eu fui levando uma toalha, achei que ia sair de lá bem molhada, mas só molhei as pernas e, como o dia estava bem quente, foi super refrescante!

Hora do banho!
Hora do banho!

Depois de dar banho nos elefantes, voltamos para a sede do parque para nos arrumar e voltar para a cidade. A van me deixou no hostel por volta das 16h da tarde.

Recomendo muito essa visita, além de ter me divertido muito, ela me fez refletir sobre muitas coisas da vida. Fiz alguns vídeos do Elephant Nature Park que podem ser conferidos logo abaixo. Aproveite e se inscreva no nosso Canal no Youtube!

Quem tiver alguma dúvida é só perguntar nos comentários!

Vídeos do Elephant Nature Park

Ps: Não deixe de conferir os outros posts sobre a Tailândia. Tem dicas sobre os principais Templos, alimentação, hospedagem e planilha de gastos diários em Bangkog e muito mais! Pra conferir todos você pode clicar aqui!

Até o próximo post!

 

RELACIONADOS