Dicas para Mochileiros: Passagem Aérea – Parte 2 – Cias Low Cost

Prosseguindo com a série Dicas para Mochileiros, continuamos falando sobre passagens aéreas. Na primeira parte apresentei algumas dicas gerais sobre onde e como pesquisar passagens.  O foco de hoje são as passagens aéreas baratas oferecidas pelas companhias low cost.

Viajar com cias low cost (baixo custo) pode ser uma ótima opção! Eu já voei algumas vezes e não tive experiências negativas, pois pesquisei bastante antes e fui com minhas expectativas alinhadas. Se você está planejando ir para a Europa e pretende cruzar alguns países de avião sem querer gastar muito com deslocamento, esse post é para você!

Passagem Aérea - Foto: skyscanner.com
Passagem Aérea – Foto: skyscanner.com

# O que são companhias low cost?

São companhias aéreas que oferecem o básico (nada de assentos marcados, nada de poltronas reclináveis, bagagem despachada ou lanches a bordo) pelo valor da tarifa básica e, por isso, conseguem vender voos mais baratos.

Se você quiser, por exemplo, despachar uma bagagem de 20 kg deverá pagar um valor extra, pois na tarifa básica só está inclusa uma franquia de 5 kg a 10 kg (o peso varia de acordo com a política da empresa).

É preciso ter em mente que o foco das cias low cost é levar você até seu destino com segurança por um preço barato e mais nada. Se está procurando conforto, não vá com elas. Se está viajando com pouca bagagem e quer economizar, vá de low cost!

# Algumas companhias low cost que atuam na Europa

Rynair: é a mais famosa delas, queridinha de intercambistas e mochileiros. Entretanto, existem algumas reclamações por conta da falta de organização e atendimento ruim. A cia costuma fazer promoções MUITO boas! Já vi voos saindo da Irlanda para a Inglaterra por menos de 7 euros o trecho. Pela tarifa básica, permite que o viajante leve uma mala de até 10 kg + uma mochila/bolsa (tamanho máximo 35 cm x 20 cm x 20 cm), sem despachar e sem pagar taxa extra. Para pesquisar voos acesse o site https://www.ryanair.com/pt/pt/ .

Easyjet: com voos para grandes cidades europeias, essa cia britânica é uma das melhores opções! Para pesquisar voos acesse o site: http://www.easyjet.com/pt/

Vueling: a única das 3 que eu possuo experiência pessoal. Já fiz vários trechos com ela e não tenho o que reclamar. No site eles informam que só permitem uma bagagem de 10 kg pelo valor básico, porém já embarquei com uma bolsa pequena (quase uma sacola rs) e eles não falaram nada. O que esperar: aviões simples, poltronas que não reclinam, pequenos atrasos, staff educado. Recomendo! Para pesquisar voos acesse o site: http://www.vueling.com/pt .

Condor: ideal para quem pretende viajar pela Alemanha. Para pesquisar voos acesse: https://www.condor.com/pt/index.jsp

Wizzair: ótima opção para quem deseja viajar para o Leste Europeu. Mais informações no site: https://wizzair.com/#/ .

O site Skyscanner.net é o melhor buscador de companhias low cost (tem todas as companhias, exceto a Ryanair), mas existem outras opções como o Kayak e o Momondo. Pesquise bastante nestes sites e depois vá para o site da cia aérea para comprar a passagem.

Avião da Ryanair (Companhia Low Cost)
Avião da Ryanair (Companhia Low Cost) – Foto: ryanair.com

# Prós das cias low cost

Voos baratos

É a grande e única vantagem das companhias low cost. Sim, parece pouco, mas o valor dos voos pode fazer você esquecer de todos os contras.

# Contras das cias low cost

Bagagem limitada

Incluso no valor da tarifa básica está apenas uma franquia de 5 kg a 10 kg. Se pretende levar mais que isso, terá que despachar a mala e deverá pagar a mais. Fique atento, também, ao tamanho da mala. Se as medidas ultrapassarem o permitido, você terá que despachá-la, mesmo que o peso esteja dentro da franquia gratuita.

Se for despachar bagagem, o ideal é comprar esse extra antecipadamente, junto com o ticket aéreo, pois na hora do embarque o valor é maior.

Uso de aeroportos secundários 

Algumas companhias low cost usam aeroportos menores para diminuir os custos. Tais aeroportos ficam mais distantes das cidades e o deslocamento até eles pode sair mais caro. Assim, é preciso pesquisar se o preço da passagem somado ao valor gasto com deslocamento até o aeroporto vale a pena.

Pouco espaço para as pernas e poltronas não reclináveis

O espaço entre uma fileira e outra é bastante apertado e as poltronas não reclinam. Se quiser poltronas reclináveis terá que pagar um valor extra. Se você é baixo (como eu rs) não terá problemas e a questão do espaço não será um contra, mas se você é alto terá um pequeno desconforto.

Com relação as poltronas não serem reclináveis, se você pegar um voo curto não sentirá muito desconforto. Eu não senti desconforto nem nos longos. Uma vez viajei de Amterdam para Barcelona, que é um voo “longo” e nem percebi a diferença.

Serviço de bordo cobrado a parte

Elas não oferecem nem um copo de água gratuito. Se o voo for longo, leve um lanchinho!

Obs: sempre faça o check in online, muitas cias cobram um extra pelo check in feito no balcão do aeroporto.

Voo em companhias low cost
Voo em companhias low cost

Se você ficar atento aos contras das companhias low costs, o barato não vai sair caro. Preste atenção às limitações de cada cia e pesquise bastante os valores das passagens e gastos extras!

Por hoje é só pessoal, espero ter ajudado! Qualquer dúvida é só deixar seu comentário aqui embaixo! Se gostou do post, curta nossa página do Facebook para não perder os próximos!

Até mais!

 

RELACIONADOS